14 de dezembro de 2011

Fotos da primeira cicloficina de Dezembro

Na ressaca da pós-festa, fomos brindados nesta cicloficina com várias personagens ilustres.

Ei-los:

O Adelino Ferreira, português de Setúbal que pedala há 8 anos por essa Europa fora.


Tivemos o prazer de arranjar a sua bicicleta; como o caracol, esta tem sido a sua casa, apesar de se já ter partido por duas vezes, tendo pois de ser soldada. Esta carrega 67kg de peso, entre tachos, roupa, utensílios, recordações dos países por onde passou, vários amuletos e apetrechos decorativos que todos somados ilustram esta enorme experiência que é dar ao pedal como forma de vida.


Também contámos com o Manu, um cliente que achou uma bicicleta abandonada na estrada e resolveu-se a usá-la como meio de transporte. Além de ferramentas, de um suporte próprio e de muita vontade, o Manu também trouxe uma simpática cadela e algumas materiais para a Cicloficina dos Anjos.



Reparar a bicicleta do Manu foi um bocado exigente, mas acho que lhe demos um bom avanço.



Para isso também contámos com uma visita do ilustre mestre Chicarini; o Chicarini está em Portugal há cerca de 7 anos e trabalha numa das lojas de bicicletas mais antigas de Lisboa, em Alvalade. É uma daquelas lojas que ainda preserva o carácter de bairro e de atendimento personalizado e que sabe sempre dar um novo olhar ou uso a qualquer avaria.


A sua experiência e conhecimento são impressionantes, e o Manu teve a sorte de apanhar tamanho talento na arte de arranjo de bicicletas. Ora vejam:





Pela primeira vez também usámos um berbequim, graças ao conhecimento e preciosismo do mestre João Marques em arranjar um parafuso para um travão de alavanca de uma bicicleta comprada em Macau. Infelizmente o João magoou-se graças a uma tampa de esgoto fora do lugar e partiu um pé...as melhoras João!



No meio deste trabalho todo, dois indivíduos desconhecidos distraíam-se com outras coisas.


2 de dezembro de 2011

Grande FESTA!

A quiçá última véspera do feriado de 1 de Dezembro amanheceu envolta em nevoeiro, na promessa de um fim de tarde frio, mas sem aguaceiros. E assim foi.

A comitiva da organização chegou ao Regueirão dos Anjos pelas 18h da tarde; à nossa espera já existia uma bicicleta oriunda de Macau (uma bicicleta chinesa, é verdade, mas de qualidade) para ser reparada. Só o João Marques conseguiu arranjar num curto de espaço de tempo três bicicletas!



Entretanto, o Miguel, a Teresa e a Salomé iam tratando do jantar para os corredores e restantes comensais.


Na verdade, o programa original previa que o tempo das inscrições para a corrida Alicate durasse cerca de meia-hora, entre as 19h30 e as 20h, comm início da mesma para pouco depois. Contudo, dada a famosa pontualidade portuguesa, ainda eram 20h10 e iam chegando alguns candidatos; alguns até reservaram a participação por mensagem...assim, a corrida propriamente dita só teve início pelas 20h30.



A cada candidato foi distribuída uma carta simples de baralho que o identificaria; ao invés de outras corridas alicates, todos os pontos da corrida foram logo dados à partida, cabendo a cada participante escolher o percurso mais adequado dado o seu conhecimento das ruas e declives de Lisboa.

Talvez por isso os tempos dos concorrentes apresentem tanto desvio relativamente ao primeiro classificado.

Em cada posto de controlo havia uma pequena tarefa a fazer; trazer um calço de travão e um eixo de roda até à Cicloficina dos Anjos, picar a respectiva carta de baralho com um alicate e responder a duas perguntas relacionadas com os acontecimentos que justificaram que o 1º de Dezembro de 1640 fosse elevado a feriado.

As perguntas eram:

Qual o monarca que reinava Portugal aquando da revolução do 1º de Dezembro?

e

Em que ano começou o domínio filipino em Portugal.

A maioria dos concorrentes chumbou...levando uma penalização de 30s, que nalguns casos alterou a classificação.

O primeiro classificado, coincidência ou não, foi o João Pinheiro, que tirou nada mais nada menos que o Ás de Espadas...fez o incrível tempo de 30m!




A festa prosseguiu. Esteve concorrida e animada. Deu trabalho mas valeu a pena ver tanta gente reunida em volta da bicicleta (e da roda da sorte da bebida).




Por nós voltaremos a repetir este evento, mas agora passamos a iniciativa aos próximos!

Mais fotos aqui.

Até já!

Roda da Sorte

Foi bonita a festa, pá!


Fotos em breve...

21 de novembro de 2011

Quem é, quem é?

Qual é a banda que num dos seus vídeos tem esta bela pasteleira a circular? Alguém adivinha?




Bónus: fotos da última Cicloficina

19 de novembro de 2011

Prémios Do Something

Somos finalistas dos prémios Do Something, na categoria de Ambiente!


A gala em que saberemos se somos vencedores decorrerá hoje às 19h no Museu da Electricidade.

Se estiveres interessado em nos vir apoiar, ainda temos convites para distribuir... contacta-nos para o nosso e-mail cicloficina.anjos@gmail.com

Amanhã traremos novidades...

14 de novembro de 2011

Festa da Cicloficina dos Anjos no dia 30

Boas!

O RDA 69 vai emprestar-nos o seu espaço na quarta-feira dia 30 de Novembro (véspera de feriado) para um evento em torno da bicicleta. Mais um a juntar aos vários que desde Setembro têm acontecido por Lisboa.

Programa:
- 18h30: cicloficina

- 19h30-20h: inscrição para a corrida Alicate
- 20-21h: corrida Alicate com um tema surpresa
- 21h: jantar (prometemos uma canja com massa de bicicletas)
- 22h: entrega de prémios + filmes + leilão de bicicletas/acessórios + música e festa!!


Ficam aqui os dois cartazes para divulgação, da autoria dos nossos melhores criativos...de qual gostam mais :) ?



10 de novembro de 2011

Coisa mai linda

Ainda não vos tínhamos mostrado a jóia dos nossos olhos, pois não?

Com esta chuvada e ventania não poderíamos continuar a ter a cicloficina fora de portas. Viemos pois para dentro, para o aconchego das quatro paredes e remodelámos o estaminé. Pusemos tudo direitinho, fácil de usar e encontrar. Agora não há mesmo desculpa para não vires sujares as mãos à quarta-feira.

Vê como está o espaço em baixo, mas antes talvez queiras sacar este manual de manutenção básica de bicicletas (via London Cyclist). Enquanto não tivermos um na nossa língua, vai servindo.


Parece uma sucata, mas pode estar ali uma futura bina

Os nossos interiores são desenhados pela Guta Moura Guedes


Tão lindo.


O João Moreira a dar mais uma prelecção em mecânica. Estes braços têm seguro!

9 de novembro de 2011

3 de novembro de 2011

Não tenhas medo da chuva!

A Cicloficina agora é lá dentro! Seca, abrigada e organizada! A próxima é dia 9 de Novembro!
... e claro que continuamos a aceitar doações de material usado!

25 de outubro de 2011

Olá :)


Lembra-se de, em pequena, dar passeios com o pai, aos domingos, numa bicicleta de dois lugares. Hoje anda praticamente todos os dias da semana, de dia e de noite.

Usa uma bicicleta de estrada single speed.

Por norma vai para o trabalho nela, mas às vezes concilia com o metro, dependendo do percurso que tem de fazer. Anda apor todo o lado, mas normalmente desce a Almirante rei e rapidamente está na Baixa ou nas Avenidas Novas. Costuma dizer que "andar de bicicleta é como uma aposta viciada em que se ganha sempre" e explica porquê: "Ganho no aspecto físico e mental, porque alivio o stress; ganho tempo, porque chego mais depressa do que se for de transportes públicos; e no aspecto financeiro, porque só vou a bomba de gasolina encher os pneus. Globalmente, ganhamos todos, pelas razões que todos sabemos".

Para quem ainda tem medo de andar de bicicleta em Lisboa, Inês Sanches aconselha a participar na Massa Crítica (todas as últimas sextas-feiras de cada mês, às 18h, no Marquês de Pombal) ou as Cicloficinas "onde podem aprender dicas sobre bicicletas e como andar de forma segura na cidade".

Desde que tenha uma boa gabardina e umas boas botas, nem no Inverno deixa e andar. O pior deste universo: "não existirem horários decentes de transporte de bicicletas em transportes públicos, nem parques em zonas vigiadas da cidade, depois poderiam arranjar-se formas de incentivar o uso da bicicleta através do sistema de bicicletas partilhadas à imagem de outras cidades europeias".

Há quem lhe chame maluca por andar de bicicleta na capital e de vez em quando recebe uns piropos, uns simpáticos, outros "mais ofensivos". Anda normalmente de calças, uma t-shirt ou camisa e ténis. Leva sempre uma camisola, porque não sabe quando o tempo vai mudar.

24 de outubro de 2011

Horário de Inverno

Com o mau tempo que se avizinha já na próxima quarta-feira e, previsivelmente, nas próximas, a Cicloficina dos Anjos tem de proceder a alterações no seu horário. Esta mudança justifica-se com a necessidade de termos um espaço abrigado e confortável que possa continuar a garantir a mesma dinâmica que tem pautado o seu funcionamento.


De agora em diante, a cicloficina dos Anjos abrirá pelas 18h30m e encerrará pelas 22h e terá lugar na sala do RDA anexa aos arrumos. Sempre às quartas-feiras.

Até já.

19 de outubro de 2011

Assim é que é!

Ao contrário do que se pudesse pensar a julgar pela pouca actividade do blogue, a Cicloficina dos Anjos tem continuado.

De facto, desde Setembro que regressámos em grande e planeamos contar-vos algumas boas novidades para breve.

O que tem acontecido?

Temos tido ainda mais participação de malta interessada em colaborar e ajudar.

Temos tido doações de bicicletas, material e ferramentas.


Temos restaurado e doado as bicicletas que nos doaram a interessados em usar esse veículo em Lisboa.

Apoiámos e participámos na corrida Alicate promovida pelo Ventura da Camisola Amarela.

E para já não contamos mais nada :)

Apareçam hoje!

17 de outubro de 2011

Todas as Quartas Feiras!

Há sempre cicloficina! E agora temos 2 suportes!

Cicloficina #2 Outubro

As fotos da última estão aqui!

A próxima é dia Quarta, dia 19!

27 de setembro de 2011

Antes da Massa Crítica...

Esta quarta haverá mais uma Cicloficina nos Anjos!
É uma boa oportunidade para levares a tua bicicleta à cicloficina antes do 8º aniversário da Massa Crítica, que é já esta sexta.


26 de setembro de 2011

Cicloficina + AlleyCat Race

No sábado passado, a Cicloficina dos Anjos foi o ponto de início de uma AlleyCat Race, organizada pelos Camisola Amarela para comemorar o seu aniversário.


Na Cicloficina, houve tempo para umas afinações de última hora, e espaço para convívio antes e depois da corrida.
Aqui ficam as fotos!

10 de agosto de 2011

Outras Cicloficinas

Em tempo de férias, deixamos duas sugestões:

Ciclofficina de Roma - com espaço próprio e aberta todos os dias, este é um bom exemplo.

Mão na Roda, Oficina de São Paulo - fazem sessões temáticas de cicloficinas, em directo para o mundo!


Aqui fica um vídeo sobre mecânica básica em viagem.




22 de julho de 2011

5 de julho de 2011

Cicloficina de Julho #1

Estamos de volta, desta feita para a primeira cicloficina de Julho.


Neste mês só contamos realizar três cicloficinas, já que no dia 27 muitos de nós farão uma excursão ciclável para sul!


A próxima cicloficina, já nesta quarta-feira no sítio do costume (Regueirão dos Anjos #69 das 19h às 23h) contará com uma aula temática leccionada pelo venerável Pedro Gil:


Como afinar mudanças e travões? Como retirar e instalar cabos?

Ao vivo e a cores, já nesta quarta-feira e aberta a todos os curiosos e interessados.

Boas pedaladas!

30 de junho de 2011

Cicloficina de Junho #4

Esta cicloficina não foi tão participada como as anteriores, talvez devido ao tempo estival...mesmo assim, houve participantes suficientes para 3 horas de trabalho e aprendizagem e ... algumas novidades!

Após uma infrutífera ida ao serviço de recolha de lixo da Câmara Municipal de Lisboa em busca de algumas bicicletas, tivemos boas notícias.

O nosso apelo à doação de bicicletas ou peças foi escutado pelo João Santos, que nos doou duas bicicletas. Desde já o nosso enorme muito obrigado!

 O João e o Gonçalo trataram de ir buscá-las à Bica. Uma delas é uma Órbita dos anos 80 que aguarda algum restauro. Assim que estiver restaurada será provavelmente emprestada a alguém que, precisando de uma, se envolva no seu restauro. Ainda a discutir!



Hoje também regressámos ao serviço de recolha de entulho da CML e encontrámos duas bicicletas...de criança. Menos mau, para a próxima será melhor.

Entretanto, poderão ver algumas fotos da cicloficina aqui. A página dos voluntários também foi actualizada e Facebook tem agora um novo logo, criado pela Inês. Espreitem-no e se quiserem distribuir cartões da cicloficina pelas bicicletas que encontrem por aí, escrevam-nos!

Até quarta e boas pedaladas.

17 de junho de 2011

Precisamos de...

  • anti-ferrugem - conversor de ferrugem
  • lubrificante de corrente
  • lã de aço
  • remendos para furos
  • nónio
  • petróleo
  • rodas dianteiras

A cicloficina precisa deste material.
Se estiveres a pensar vir à próxima, traz algo como contributo :)
Ou ainda outras peças que te lembres que possam dar jeito.


Cicloficina #3 de Junho

A Cicloficina #3 de Junho foi das mais concorridas de sempre. Felizmente, deu-se conta do recado, que neste caso foram cerca de 20 bicicletas a precisar de cuidados.

De Cicloficina Junho #3

9 de junho de 2011

Cicloficina #2 de Junho

Ontem decorreu a segunda cicloficina de Junho, outra e mais uma vez no Regueirão dos Anjos #69.

Tornou a ser muito concorrida! Após umas sessões, é notório como cada um já sabe o que tem de trazer, onde procurar e como arrumar as peças, ferramentas e suportes de trabalho. Parece até que nos estamos a tornar quase profissionais.

Para lá de algumas caras habituais que passam pelo estaminé para conviver um pouco, constata-se a curiosidade que desperta uma actividade voluntária de prestação de serviços sem a procura do lucro.

Da minha parte, e uma vez que ainda estou a melhorar o meu incipiente conhecimento a mecânica das bicicletas, releguei as minhas tarefas para pedidos de contactos dos clientes e para sucessivas fotografias de várias peças e componentes de bicicletas. Em breve poderão vê-las nesta página.

O objectivo é a construção pictórica de um léxico de TODAS as componentes da bicicleta. Sem palavras não existem coisas, e por isso torna-se urgente familiarizar todos os leigos e curiosos com o nome correcto de cada peça. Daí à identificação mais precisa do que afecta a bicicleta é um passo curto.

De futuro, e com o auxílio destas imagens, temos em vista a tradução para português e respectiva disponibilização gratuita de um manual de reparação e manutenção de bicicletas , pelo que a existência de imagens revelar-se-á uma preciosa ajuda pedagógica. Cada tradução fará a sua aparição paulatina por aqui, por isso fiquem atentos!

E agora, as tradicionais fotos.

Para verem alguns dos protagonistas da cicloficina dos Anjos, espreitar aqui. A cicloficina está sempre aberta a quem a quiser ajudar, pelo que esperamos que a página esteja em permanente actualização.

Boas pedaladas!

1 de junho de 2011

Cicloficina #1 de Junho

Hoje, no dia da criança de 2011 e entre as 19h e as 23h acontece outra cicloficina no Regueirão dos Anjos #69!

Seria fácil tecer comentários à volta da recuperação de uma parte da infância que cada indivíduo empreende ao adoptar a bicicleta como meio de transporte. Uma recuperação que é tudo menos infantil, cremos. Voltando à analogia, seria profícuo analisar a maneira como desaprendemos a utilização de um meio de transporte, preterindo-o em por outros que parecem mais ligados às responsabilidades da idade adulta. Voltar à bicicleta não é um atavismo nem uma patologia de quem nunca cresceu, como Peter Pan, mas sim uma opção racional, fundada, ética e que sem dúvida acarreta uma alegria e um prazer inauditos. Voltar à infância é também voltar à redescoberta constante do mundo.

A ciclo-oficina dos Anjos está cada vez mais arranjada, organizada e concorrida. Um esforço semanal que tem dado muitos frutos; e claro, muito trabalho.

Não deixem de consultar aqui as últimas fotos da Massa Crítica aqui. Cheio de pessoas macambúzias, pois claro!

Boas pedaladas e não deixem de aparecer!

24 de maio de 2011

Cicloficina #4 de Maio

Depois da última ciclo-oficina ter estado sujeita às borrascas que vergastaram Lisboa, eis que voltamos novamente já nesta quarta-feira desafiando o calor que assola a capital!

Se não puderem sentir a brisa na cara por a vossa bicicleta estar perra ou com qualquer outro problema, o melhor é passar amanhã pelo Regueirão dos Anjos para alguma aprendizagem e convívio.

12 de maio de 2011

Cicloficina #2 de Maio

Esta foi talvez a ciclo-oficina mais concorrida desde que nos mudámos para esta morada. Cerca de dez clientes para quatro horas de disponibilidade dos nossos vários mecânicos, intercalados por turnos. Além do mais, muitos participantes das outras actividades do espaço do RDA deslocaram-se em bicicleta, o que só tem dado visibilidade à coisa.

Estamos, nitidamente, a crescer. Os protagonistas são todos os que se disponibilizam para gastar algumas horas do seu tempo livre em dar apoio e união à comunidade de utilizadores de bicicleta de Lisboa e arredores; alguns acartam simplesmente caixotes com peças e identificam alguns problemas básicos na mecânica das bicicletas, como o vosso humilde correspondente; os verdadeiros protagonistas, são, porém, os nossos mecânicos. São eles que verdadeiramente asseguram a qualidade do serviço e a procura crescente dos seus dotes.

Doravante contamos também com um poster do António, grande ilustrador e amante de bicicletas. O objectivo é, além de dar um ambiente mais familiar, contribuir para melhorar o vocabulário de mecânica de bicicletas de todos os interessados através da identificação das respectivas partes.

Seguem algumas fotos, gentilmente cedidas pelo Pedro Portela: